21
ago
09

Perguntas de rebaixamento

Um carro rebaixado pode “rachar”?

           Sim, todo carro rebaixado corre este risco (calma não é sempre que acontece), mas você estará correndo este risco tirando apenas 1.0 elo, é claro que o risco será bem maior se tirar 4.0 elos por exemplo. Porém, isto depende muito de onde você anda com seu carro e é claro do próprio carro, pois cada um reagirá diferentemente; uns tem a suspensão mais forte outros mais fraca. O importante é que independente do carro e do método utilizado para rebaixa-lo, é imprencidível ter cuidado e fazer manutenções periodicas para saber como anda a suspensão do seu carro e manter a segurança do mesmo.

 

Qual é o melhor método para se rebaixar um carro?

           Isto é muito relativo, pois cada carro é de um jeito. Do mesmo jeito que uma pessoa se sente melhor de chinelo ou de tênis. Vai de carro pra carro. O melhor mesmo, é ir a uma oficina especializada (com tradição em rebaixar) e pedir auxilio aos mecânicos que poderão te explicar melhor e tirar todas as possíveis dúvidas. Conseguindo assim, escolher a melhor e mais adequada forma de rebaixar o seu carro.

 

Porque o carro rebaixado “pula” e fica mais “duro” do que os outros?

           Isto ocorre porque o cursor da mola do carro rebaixado, é menor do que o amortecedor original. Com isso o amortecedor não trabalha direito, por isto é recomendado sempre que rebaixar um carro, colocar amortecedores esportivos ou de competição para adequar a mola ao amortecedor, melhorando um pouco a maciez e o “pula-pula” comuns em carros rebaixados.

 

Depois de rebaixar o carro tem como levanta-lo novamente?

           É claro que sim, é só trocar as molas cortadas, aquecidas ou comprimidas por molas originais. Caso tenha utilizado outro método, é só trocar as peças esportivas, pelas originais do automóvel. Mas lembre-se, guarde as molas cortadas, aquecidas ou comprimidas que você tinha no seu carro, pois caso queira rebaixa-lo novamente será apenas necessário trocar as molas.


0 Responses to “Perguntas de rebaixamento”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: